segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

Seventh Sign From Heaven – Judgement Of Egypt (2017) (EP)


Seventh Sign From Heaven – Judgement Of Egypt (2017) (EP)
(Independente - Nacional)


01. Judgment of Egypt
02. The Devil Fears Your Name
03. Paid on the Cross
04. Pain in Your Eyes
05. The Return

Para quem acompanha o cenário nacional, já não é novidade alguma o fato de a região Nordeste ter se tornado um grande celeiro de boas bandas de Metal. E é de lá, mais precisamente do Piauí, que vem o Seventh Sign From Heaven, quarteto formado por Mark Neiva (Vocal/Guitarra), Álvaro Mkbrian (Guitarra), Zinha Soares (Baixo) e Filim Nascimento (Bateria), que apesar do pouco tempo de estrada (surgiu no final de 2016), resolveu não perder tempo e já lançar um EP para mostrar seu trabalho.

Musicalmente, não temos nenhum grande mistério. A aposta dos piauienses é no Heavy Metal Tradicional, mais precisamente aquele praticado pelas bandas inglesas dos anos 80, mas que felizmente não soa datado, já que, apesar das muitas similaridades, não tentaram emular o clima da época, como muitas bandas fazem por aí. O trabalho das guitarras de Mark e Álvaro é muito bom, com bons riffs, melodias e aqueles duetos típicos do estilo. A parte rítmica é forte, coesa e afiada, conduzindo muito bem as canções. O único porém aqui fica por conta dos vocais, que nitidamente ficam devendo nas partes mais agressivas. Nas demais, se não soa brilhante, não compromete de forma alguma.

São 5 canções nas quais podemos escutar ecos de Iron Maiden e Judas Priest em diversos momentos. Aliás, com relação às influências de Maiden, fiquei um pouco confuso, pois apesar das guitarras lembrarem mais ao período oitentista da banda, por algum motivo que ainda não sei explicar, fui remetido à fase com Blaze em diversos momentos. E olha que os vocais de Mark nem se parecem com o de Bayley. 


“Judgment of Egypt” abre o EP de forma pesada, com destaque para as boas guitarras, mas peca na parte vocal. Uma pena, pois a música em si é muito boa. “The Devil Fears Your Name” é bem enérgica e tem um pé de leve no Hard, além de um bom refrão. “Paid on the Cross” abre com um dedilhado que me fez voltar aos tempos de The X Factor/Virtual XI, antes de o peso surgir, enquanto “Pain in Your Eyes” é uma bonita balada, contando apenas com voz e violão. Encerrando, temos a ótima “The Return”, onde as influências de Judas e Iron ficam mais evidentes. Pesada, tem ótimos trabalhos, tanto da dupla formada por Mark e Álvaro, quanto a formada por Zinha e Filim. É outra que tem um bom refrão.

Gravado no Magnus Studio, o EP teve a produção realizada por Carlos Magno e ficou em um bom nível, já que está clara, audível e bem pesada, com boa escolha de timbres, além de soar bem orgânica. A bonita capa foi obra de Marcus Lorenzet (Pagan Throne, Lothlöryen). E para completar, tudo vem embalado em um digipack muito bonito. Claro que, até por se tratar de uma banda nova, algumas arestas precisam ser aparadas aqui e ali, principalmente em relação ao trabalho vocal, mas a verdade é que o Seventh Sign From Heaven surpreende positivamente com seu EP de estreia. Mais uma boa revelação vindo do nosso querido Nordeste.

NOTA: 7,5

Seventh Sign From Heaven é:
- Mark Neiva (Vocal/Guitarra);
- Álvaro Mkbrian (Guitarra);
- Zinha Soares (Baixo);
- Filim Nascimento (Bateria).

Facebook
YouTube

Nenhum comentário:

Postar um comentário